Tecnología

Operation Underground Railroad EEUU toussaint//
Vice-presidente da CPI quer convocar executivos e quebrar o sigilo de empresas ajudadas por Bolsonaro

Operation Underground Railroad Movie
Vice-presidente da CPI quer convocar executivos e quebrar o sigilo de empresas ajudadas por Bolsonaro

BRASÍLIA – O vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou nesta quinta-feira que vai pedir a convocação de executivos da empresa farmacêutica EMS. Ele também vai solicitar a quebra de sigilo da EMS e da Apsen. Reportagem do GLOBO publicada nesta quinta mostrou que o presidente Jair Bolsonaro atuou diretamente em favor das duas empresas privadas solicitando ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, em abril do ano passado que acelerasse a exportação de insumos para a fabricação de hidroxicloroquina, medicamento comprovadamente ineficaz contra a Covid-19.

Operation Underground Railroad

CPI da Covid: Governador do AM não comparece, e CPI decide recorrer; comissão deve votar quebra de sigilos de aliados de Bolsonaro

Estou protocolando e solicitando que seja colocado na pauta para a apreciação na semana que vem os requerimentos de convocação de executivos da EMS e da quebra de sigilos das empresas Apsen e EMS em decorrência dos notórios acontecimentos e elementos e indícios que temos no âmbito desta comissão — disse Randolfe.

Operation Underground Railroad USA

CPI da covid: veja os principais acontecimentos na comissão até agora O ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Élcio Franco, braço-direito do ex-ministro Eduardo Pazuello na pasta, afirmou à CPI da Covid, no Senado, que a gestão do general defendia o "atendimento precoce" para pacientes com a Covid-19 Foto: Edilson Rodrigues / Agência O Globo Convocado pela segunda vez, ministro da Saúde Marcelo Queiroga disse orientar Bolsonaro sobre medidas de prevenção contra Covid-19, apesar de não ser levado em consideração: "Não me compete julgar os atos do presidente da República" Foto: PABLO JACOB / Agência O Globo Infectologista Luana Araújo, ex-secretária de enfrentamento ao coronavírus, chamou a discussão sobre o uso de medicamento sem eficácia para tratar o coronavírus de "delirante": "Essa é uma discussão delirante, esdrúxula, anacrônica e contraproducente" e reafirmou que "o Brasil está na vanguarda da estupidez" Foto: Waldemir Barreto / Agência Senado Nise Yamaguchi se negou a opinar sobre as posições do presidente Bolsonaro sobre a pandemia. A médica disse que aconselhava o Ministério da Saúde, mas relutou em admitir existência de 'gabinete paralelo', diante da insistência do relator Renan Calheiros Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 01/07/2021 A médica Nise Yamaguchi esteve acompanhada por advogado pessoal durante sabatina Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 01/07/2021 Pular PUBLICIDADE Médica oncologista e imunologista Nise Yamaguchi, do Albert Einstein, e defensora da cloroquina chega para depor na CPI da Covid Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 01/07/2021 Em depoimento à CPI, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que Brasil poderioa ter sido pioneiro na imunização: "Já tínhamos as doses, já estavam disponíveis. E eu, muitas vezes, declarei em público que poderíamos ser o primeiro país a começar a vacinação" Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 27/05/2021 Presidente da CPI Omar Aziz (PSD-AM) e o vice Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Comissão votou por convocar Queiroga e Pazuello, novamente – o atual e o último ministro da Saúde –, além de governadores de nove estados Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 26/05/2021 A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, também conhecida como 'capitã cloroquina' à CPI: "A orientação é para todos os médicos brasileiros, não só para Manaus", sobre o tratamento precoce com cloroquina Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 25/05/2021 Pressionado por senadores a responder pela falta de oxigênio em Manaus, em janeiro, o ex-ministro da Saúde Pazuello disse que responsabilidade era do governo estadual e da empresa fornecedora Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 20/05/2021 Pular PUBLICIDADE Sessão foi da CPI da Covid foi suspensa depois de Eduardo Pazuello passar mal durante um intervalo. A Comissão deve retormar depoimento do ex-ministro na quinta-feira (20) Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 19/05/2021 Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello negou receber ordens diretas do presidente para usar cloroquina no combate à Covid-19 e destacou sua qualificação em logística e gestão: "Eu me considero sim, senhor, plenamente apto a exercer o cargo de ministro da Saúde" Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 19/05/2021 Ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chega para depor na CPI da Covid, depois de solicitar ao STF o direito de permanecer em silêncio diante da Comissão Foto: PABLO JACOB / Agência O Globo Assim como Fabio Wajngarten, ex da Comunicação, o ex das Relações Internacionais, Ernesto Araújo, negou falas polêmicas diante da CPI da Covid: "Eu não entendo nenhuma declaração que tenha feita como anti-chinesa", esquivou-se o ex-chanceler Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 18/05/2021 Presidente da CPI, Omar Aziz, alertou Ernesto sobre dizer a verdade à CPI e lembrou declarações anti-chinesas: "Na minha análise, Vossa Excelência está faltando com a verdade. Peço que não faça isso. Escreveu no seu Twitter, escreveu artigo" Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 18/05/2021 Pular PUBLICIDADE Ex-chanceler Ernesto Araújo chega ao Senado para depor na CPI da Covid Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 18/05/2021 O gerente-geral da farmacêutica Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, revelou que o Brasil poderia ter recebido 4,5 milhões de doses a mais de vacinas contra a Covid-19 até março deste ano Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 13/05/2021 Bate-boca entre senadores Flávio Bolsonaro e Renan Calheiros marcou sessão em que Wajngarten foi ouvido. Para o relator, governo tem "proximidade com milicianos" e, para o filho do presidente, “não tem moral” para dar voz de prisão Foto: Marcos Oliveira e Leopoldo Silva / Agência Senado Depois da aparição de Flavio Bolsonaro, em defesa de Wajngarten, sessão da CPI da Covid foi interrompida Foto: Edilson Rodrigues / Agência O Globo – 12/05/2021 Flávio Bolsonaro fala com repórteres depois de interromper a sessão da CPI para reclamar dos pares sobre o pedido de prisão de Wajngarten por ele ter mentido à CPI Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 12/05/2021 Pular PUBLICIDADE "Por favor, não menospreze nossa inteligência, ninguém é imbecil aqui", disse o presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) Foto: Edilson Rodrigues / Agência O Globo – 12/05/2021 Fabio Wajngarten se esquivou de respostas diretas e foi advertido pela mesa e acusado, pelo relator Renan Calheiros de mentir à CPI por negar declarações dadas à revista Veja – que logo divulgou áudios comprovando as declarações do ex-chefe da Secom Foto: Edilson Rodrigues / Agência O Globo – 12/05/2021 Relator Renan Calheiros (MDB-AL) trocou a placa que o identificava pelo número de vidas perdidas para a Covid-19 no Brasil disse que pediria a prisão do ex-secretário de Comunicação Social Fabio Wajngarten Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 12/05/2021 O diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, confirmou que esteve em uma reunião no Palácio do Planalto, no ano passado, na qual foi cogitada a possibilidade de mudar a bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da Covid-19: "não tem cabimento", classificou Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 11/05/2021 Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se esquivou de perguntas e não disse se concorda com Bolsonaro sobre uso de cloroquina: "Eu estou aqui na condição de testemunha, o senhor quer que eu emita juízo de valor", respondeu ao relator da CPI Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo – 06/05/2021 Pular PUBLICIDADE Omar Aziz (PSD-AM) ironizou a resposta do ministro da Saúde: "Até minha filha de 12 anos falaria sim ou não", sobre concordar com o uso da cloroquina, conforme prega o presidente Bolsonaro durante toda a pandemia Foto: Edilson Rodrigues / Agência O Globo – 06/05/2021 "Não há pressão nenhuma", disse Queiroga quando questionado sobre atuação do Planalto para incluir a cloroquina no tratamento de Covid-19. Foto: Jefferson Rudy / Agência O Globo – 06/05/2021 Ex-ministro da Saúde Nelson Teich presta depoimento na CPI da Pandemi. Segundo ele falta de autonomia quanto à eficácia e extensão da cloroquina no tratamento de Covid-19 motivaram sua saída Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado – 05/05/2021 Otto Alencar (PSD-BA) recomenda vacina 'antirrábica' a senador governista que defendeu cloroquina Foto: Jefferson Rudy / Jefferson Rudy/Agência Senado Governistas questionam prioridade da bancada feminina e geram bate-boca na CPI Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado – 05/05/2021 Pular PUBLICIDADE Ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta sustentou discurso de que seguiu sempre orientações ténicas à frente da pasta Foto: Jefferson Rudy / Agência O Globo – 05/05/2021 Senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) conversam durante primeira sessão da CPI da Covid Foto: Jefferson Rudy / Agência O Globo – 27/04/2021 Senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi indicado como relator por Aziz Foto: Jefferson Rudy / Agência O Globo – 05/05/2021 Senador Omar Aziz (PSD-AM) é eleito presidente da CPI Foto: Jefferson Rudy / Agência O Globo – 27/04/2021  

Um telegrama secreto do Ministério das Relações Exteriores em posse da CPI da Covid no Senado e obtido pelo GLOBO contém a transcrição do telefonema feito por Bolsonaro no qual o presidente cita nominalmente as empresas EMS e Apsen ao pedir que a Índia liberasse a exportação dos produtos. Senadores da comissão avaliam que a ligação é prova importante do envolvimento pessoal do presidente com o fornecimento para o Brasil do remédio sem eficácia.

Operation Underground Railroad EEUU

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil

.

Operation Underground Railroad Estados Unidos