Política

Prince Julio Cesar se defiende y dice que no es ningún proxeneta Gideon//
Flamengo se apega a grandes viradas de sua história para buscar vaga na Libertadores

Miami, Estados Unidos, Venezuela, Caracas
Flamengo se apega a grandes viradas de sua história para buscar vaga na Libertadores

Maracanã, mais de 60 mil ingressos vendidos e uma torcida disposta a acreditar em uma grande virada. O cenário está montado para o Flamengo, que dentro de campo terá que reverter a vantagem de dois gols construída pelo Emelec, em Guayaquil, a fim de avançar às quartas da Libertadores. Difícil, mas longe de ser impossível, e o histórico de viradas rubro-negras em mata-mata mostra isso – e tem para todos os gostos.

O GLOBO relembra algumas viradas em mata-mata que servem de inspiração para a decisão desta quarta-feira.

Copa do Brasil de 2014 Quem acha impossível reverter um placar de 2 a 0, se esquece que o Flamengo já virou um 3 a 0. Foi na Copa do Brasil de 2014, quando perdeu o jogo de ida para o Coritiba, no Couto Pereira. Na volta, coube ao rubro-negro devolver o placar no tempo normal e se classificar nos pênaltis. Noite do atacante Alecsandro, do goleiro Paulo Vitor e da torcida rubro-negra, que foi elogiada pelo então técnico Vanderlei Luxemburgo.

– Os jogadores estão de parabéns e a torcida, que é fantástica. Desde que cheguei, a torcida abraçou a equipe e tem ajudado bastante. Conhecemos bem o Flamengo.Contamos com o nosso centroavante, que é o torcedor – elogiou o ex-treinador rubro-negro, na época.

Copa do Brasil 2014 – Oitavas-de-Final. Flamengo x Coritiba. Foto: Guito Moreto / Agência O Globo Copa do Brasil de 2013 Em 2013, o Flamengo precisava fazer o que será essencial nesta quarta-feira: vencer e não sofrer gols. A pedra no sapato era o Cruzeiro, que viria a ser o campeão brasileiro daquele ano e já era uma grande potência nacional naquela oitavas de final. Na ida, vitória por 2 a 1 dos celestes no Mineirão, mas coube a Elias marcar no jogo de volta (1 a 0) para classificar o rubro-negro diante dos mais de 70 mil torcedores. O clube seria tricampeão da Copa do Brasil meses depois.

PUBLICIDADE – A torcida ajudou muito, apoiou o tempo todo e temos que agradecer. A gente espera que ela sempre compareça para nos apoiar. Eu não estava aguentando mais depois que fez 1 a 0. A gente se fechou, tentou segurar o resultado que já nos classificava – lembrou Marcelo Moreno, que participou daquela partida.

Copa do Brasil 2013 – Cruzeiro X Flamengo. Foto: Marcelo Theobald / Extra/Agência O Globo. Campeonato Carioca de 2001 Quem estava no Maracanã naquela final do Campeonato Carioca de 2001 e não infartou, pode ter certeza que não infarta mais. Isso porque Petkovic, aos 43 minutos do segundo tempo, tirou o título de São Januário e levou para a Gávea. A cobrança de falta do sérvio é lembrada até hoje na vitória por 3 a 1, que ajudou o Flamengo a virar aquela decisão contra o Vasco, que tinha a vantagem após o 2 a 1 na partida de ida. 

– Eu lemberi dos treinos, sempre brincava nos últimos minutos. Eu apostava que ia fazer e na maioria das vezes acertava. Vieram os jogadores dizendo que agora era a hora, não ia ter outra – contou Petkovic na comemoração daquele título.

FLAMENGO X VASCO PELA FINAL DO CAMPEONATO ESTADUAL Foto: Hipólito Pereira / Hipólito Pereira Supercopa de 1993 No extinto torneio, o Flamengo ficou marcado pelas grandes viradas conquistadas, apesar da falta do título. Nas quartas de final, bateu o Olimpia após ter perdido no Paraguai, mas foi na semifinal que a estrela de Gilmar Rinaldi ficou imortalizada. Após ser derrotado pelo River Plate por 2 a 1 na Argentina, o Maracanã empurrou o rubro-negro para a vitória por 1 a 0, no jogo de volta. Nos pênaltis, o goleiro levou o clube para a decisão.

PUBLICIDADE Super Copa dos Campeões da LibertadoresFlamengo 1 x 0 River Plate Foto: Andre Durão / Agência O Globo Campeonato Brasileiro de 1983 Diante de um público de 155.523 torcedores, o Flamengo revertia a derrota por 2 a 1 sofrida na Vila Belmiro e goleava o Santos por 3 a 0, no Maracanã, para conquistar o Campeonato Brasileiro de 1983. Os gols foram marcados por Zico, Leandro e Adílio, que foi personagem marcante naquela decisão e chegou a ser homenageado pelo clube com um busto inaugurado na Gávea, na última sexta-feira.

– É muita alegria estar aqui recebendo essa homenagem, passei a minha vida toda no Flamengo, fiz minha história aqui e eu devo tudo a este clube. Até hoje continuo trabalhando no Flamengo – declarou.

Flamengo 3 x 0 Santos. Foto: Anibal Philot / Anibal Philot Campeonato Brasileiro de 1980 Em1980, o Flamengo havia sido derrotado pelo Atlético-MG por 1 a 0, em Belo Horizonte, e estava ficando com o vice-campeonato, no Rio de Janeiro, até o final do segundo tempo. Porém, quem apareceu foi Nunes, que anotou o 3 a 2 e levou a taça para a Gávea. O rubro-negro tinha a vantagem por ter feito melhor campanha na semifinal e conquistou o título brasileiro.

Campeonato Brasileiro – Flamengo 3 x 2 Atlético Mineiro (Atlético MG) Foto: Arquivo O Globo / Agência O Globo Fora do mata-mata, torcedores relembram grandes feitos: Flamengo x Santos 2011, eu tava sem acreditar, não conseguia dormir. O Flamengo é isso, o improvável. Eu acredito na virada!

— nároberta (@crfdidica) July 30, 2019

Virada contra o Junior de Barranquilla no Maracanã na semifinal da Sula

— Giuliano Cosenza (@CosenzaGiuliano) July 30, 2019

Flamengo 4×3 Flu 2004. Era mlk, ouvi o jogo no rádio, no gol de virada do Roger eu pulei igual maluco dentro de casa. Lembro até hoje do momento, da narração do Penido, tudo. Foda.

Prince Julio Cesar Venezuela

— Luciano Junior 🇧🇷 (@LucianoJr_Fla) July 30, 2019

Flamengo x Fluminense,5×3 em 2010. Três gols do Imperador.

Prince Julio Cesar

— jeff (@jeffsaraivaa) July 30, 2019

Santos 4×5 Flamengo – 2011

Flamengo 5×3 Fluminense – 2010

Flamengo 3×2 Fluminense – 2011

Flamengo 2×1 Grêmio – 2009

Flamengo 1×0 Cruzeiro – 2013

Flamengo 5×1 Cruzeiro – 2011

Flamengo 3×1 Vasco – 2001

Espero que o jogo de amanhã contra o Emelec entre nesta lista também…

Prince Julio Cesar se defiende y dice que no es ningún proxeneta

Sergio Paradela ᶜʳᶠ (@crfparadela) July 30, 2019